fbpx

6 dicas para você gerenciar o seu dinheiro como uma CEO

6 dicas para você gerenciar o seu dinheiro como uma CEO

Nós sabemos que lidar com dinheiro é uma dificuldade sem fim para algumas empreendedoras (principalmente para quem está começando). Por isso nesse post você vai conferir 6 dicas super úteis e práticas para você começar a aplicar ainda hoje e finalmente conseguir gerenciar o seu dinheiro como uma CEO. 

1. Anote todas as entradas e saídas

Anotar todos os seus ganhos e todos os seus gastos é uma etapa extremamente importante na hora de gerenciar o seu dinheiro. Parece bobagem mas muitas empreendedoras não sabem ao certo quanto ganham durante o mês e nem o quanto gastam. E se você não sabe essa informação tão importante então como vai saber quanto pode gastar ou quanto deve poupar?

Por isso, se você ainda não tem esse hábito, comece hoje mesmo a anotar todas as suas entradas e saídas, esse simples ato já te trará uma clareza enorme. Você pode fazer uma planilha ou baixar algum app de controle financeiro para te ajudar nesse processo.

Dica: você pode usar o app Organizze (disponível para iOS e Android). 

2. Gaste menos do que você ganha

Se você empreende já deve saber que nunca é aconselhável gastar todo o dinheiro do mês, isso porque (1) a gente nunca sabe quanto vai receber no mês seguinte (pode ser 10 mil ou 10 reais) e porque (2) precisamos fazer um fluxo de caixa para a empresa e uma reserva de emergência para futuros imprevistos.

Para te ajudar nesse processo você precisa estabelecer um padrão de vida abaixo do seu salário. Por exemplo: não é porque você recebe 10 mil que você precisa necessariamente gastar esses 10 mil todo o mês. 

3. Estabeleça pequenas metas

Estabelecer pequenas metas financeiras também pode te ajudar muito no processo de gerenciamento do seu dinheiro. Você pode definir metas de curto, médio e longo prazo. Quanto dinheiro você quer ter na sua reserva de emergência daqui a seis meses? Quanto você precisa para fazer aquela viagem dos seus sonhos?

Colocar no papel, estabelecer metas e fazer um plano de ação vai te ajudar a ter mais clareza sobre os seus objetivos financeiros e como você poderá alcançá-los. 

4. Cuidado com o cartão de crédito 

Se você está tentando economizar dinheiro o cartão de crédito pode ser um dos seus piores inimigos. Comprar as coisas no crédito pode ser um grande tiro no pé já que você não tem nenhuma garantia de que terá dinheiro futuramente para arcar com o compromisso das parcelas. Por isso tome cuidado com os gastos desnecessários só porque você tem limite disponível.

Sempre que possível prefira fazer as compras à vista ou com a função de débito. Crie o hábito de juntar dinheiro para comprar o que você precisa ao invés de comprar por impulso em inúmeras parcelas intermináveis.

5. Fuja dos juros

Tome cuidado com os juros abusivos em suas compras no cartão de crédito. Sempre que tiver que parcelar algo se atente aos juros de cada parcela, em muitos casos é bem melhor dividir em menos parcelas, e pagar menos juros, do que dividir em muitas parcelas, com valores menores, mas que no final farão o valor ficar bem maior do que o preço inicial.

Além disso, muitos estabelecimentos oferecem a opção de parcelamento sem juros, sempre prefira esses casos.

6. Fuja das tarifas bancárias

 

Você sabia que existem muitas tarifas bancárias desnecessárias escondidas no seu extrato bancário? Você pode estar pagando por transferências, manutenção de conta e outras coisas sem nem ao menos saber. Fique de olho no seu extrato e sempre que perceber alguma tarifa estranha entre em contato com o seu banco.

Além disso, poucas pessoas sabem mas todos os bancos são obrigados a oferecer ao consumidor uma conta com serviços essenciais gratuitos (saques, transferência e verificação de extrato). Por isso, caso você esteja pagando muitas tarifas desnecessárias, você pode entrar em contato com o seu banco e pedir a mudança do seu pacote de serviços. 

Dica: contas bancárias de pessoa jurídica possuem tarifas intermináveis nos bancos tradicionais. Por isso, uma ótima opção é optar por bancos digitais, onde o controle financeiro é muito mais prático e as tarifas são reduzidas. Um dos bancos mais elogiados em questão de conta PJ é o banco Inter, eles não cobram nenhuma tarifa de transferência e de manutenção, vale a pena procurar sobre!

Essas 6 dicas vão te ajudar a ter uma relação mais organizada com as suas finanças. Gostou do conteúdo? Então compartilha esse post com alguma amiga também. E conta pra gente o que você achou lá no Instagram, tá? Vamos amar muito saber!