Guia para uma parceria perfeita com influenciadores

influenciadora-gravando-uma-parceria

Guia para uma parceria perfeita com influenciadores

Uma parceria bem sucedida com influenciadores não depende somente de números nas redes sociais, envio de produto e divulgação, mas sim do alinhamento entre cliente, marca e influenciador.

Um dos erros mais trágicos que um empreendedora pode cometer (principalmente no início) é decidir investir em parcerias com influenciadores que não trazem o retorno para o que ela mais precisa, que é VENDER. Encontrar os influenciadores digitais corretos e firmar parcerias de sucesso requer uma estratégia mais elaborada e bem pensada para literalmente não jogar o seu dinheiro pelo ralo. Nesse post, você vai encontrar um guia para uma parceria perfeita com influenciadores a partir de passos que podem te ajudar a decidir qual tipo de parceria fazer, quando, como  e com quem.

Antes de tudo, é preciso entender o que sua marca precisa no momento

Parece clichê, mas você precisa sim, saber em qual momento sua marca se encontra e quais as necessidades mais importantes. A partir disso você entende se pode e deve investir na modalidade de marketing de influência e como começar a procurar o influenciador que pode te ajudar.

Se você estiver começando é legal definir quais os rumos você quer tomar:

  • Você quer divulgação dos produtos?
  • Quer deixar sua marca conhecida?
  • Expandir o seu universo de marca?
  • Quer literalmente vender mais?
  • Ou somente ganhar seguidores (o que não é muito recomendado)
  • Ou deseja ganhar mais seguidores e fechar vendas simultaneamente? 
  • Posso investir nisso agora?

Se por acaso você já estiver inserida no mercado, pense no que você quer com essa parceria:

  • O que é minha marca e o que ela faz atualmente?
  • O que meus seguidores fazem agora e quem eles seguem ultimamente?
  • Qual tipo de conteúdo que já existe na plataforma seria mais atrativo para minha marca?
  • Eu quero/preciso atrair mais pessoas desconhecidas?
  • Quais atrativos eu tenho no perfil da minha loja para esses visitantes que vão chegar depois da parceria?
  • Preciso investir nisso agora ou tenho verba separada exclusivamente para essa estratégia?

Agora é hora de ver qual influenciador se encaixa melhor nisso

Depois de ter pensado no que é a sua marca e em qual momento ela está, chegou a hora de procurar influenciadores que se encaixam nisso também (principalmente no universo da sua marca). Você precisa ter em mente que as pessoas que o influenciador atrair para o seu perfil precisam ser seguidores que se interessarão pelo seu tipo de conteúdo, pelo que você vende, que terão potencial para se tornarem seguidores assíduos da marca e bons clientes. Resumindo, o influenciador precisa acumular seguidores com essas características para que a parceria seja vantajosa para sua loja.

E como faço para descobrir quais os potenciais influenciadores?

Acompanhar antecipadamente quem você pretende convidar para uma parceria é essencial para não perder o seu tempo e nem o tempo da pessoa, caso você entre em contato logo de cara e venha a desistir posteriormente. Selecione alguns possíveis influenciadores para sua marca e vá descartando a medida que for entendendo que talvez ele não seja o certo para o que você precisa. Para descobrir se o influenciador levanta as mesmas bandeiras que a sua marca, ver se ele trabalha mais ou menos do mesmo modo que você e produz coisas alinhadas com o universo da sua marca, a melhor alternativa é acompanhar esse trabalho bem de perto, antes mesmo de entrar em contato. Observe se as postagens acompanham a linha que você deseja e até engaje, se julgar necessário ou sentir vontade. Pode ser que vocês consigam até mostrar para as outras pessoas que sua marca e o influenciador compartilham dos mesmo interesses antes mesmo da parceria ser de fato fechada.

> Não sabe quais conteúdos produzir e não tem resultados no Instagram da sua loja? A Mulheres CEO e o Instaboss podem te ajudar!

Após selecionar os melhores para sua marca, chegou o momento de entrar em contato

Nesse caso você pode sondar o perfil do influenciador e descobrir se ele já tem agenciamento ou se pode entrar em contato diretamente com ele. Se for com a agência, é melhor investir em u6ma comunicação mais formal e enviar um e-mail explicando sua proposta, o que é sua marca e dizendo acreditar que o influenciador seja perfeito para isso. Ao fim do e-mail solicite o mídia kit e tabela com valores de postagens do influenciador.

Se você for entrar em contato diretamente com a pessoa via direct (o que raramente acontece e é indicado), a abordagem precisa ser profissional e condizente com a seriedade que sua marca passa no momento. E nunca se esqueça de solicitar o mídia kit, para que você tenha em mãos os registros de alcance, faixa etária do público e até registros de outros trabalhos da personalidade. 

Mídia kit em mãos, chegou a hora de analisar os números

Nessa parte você confirma se o influenciador vai te entregar (em termos numéricos) o resultado que você anda pensando em ter. Caso você não saiba, o mídia kit é mais ou menos um dossiê que reúne informações e métricas de alcance, faixa etária e localização do público e tudo mais que você precisa saber. 

Analise se os números que esse influenciador entrega são realmente bons e se o público de fato é parecido com o seu. Veja questões sobre horários de pico e postagens desse influenciador, quais os níveis de engajamento em determinados formatos na plataforma escolhida, faça uma análise final sobre como ele costuma trabalhar com parcerias (por meio de parcerias anteriores com quem ele já trabalhou).

Depois de escolher realmente o influenciador, negocie!

No seu retorno para o influenciador ou equipe, você pode dizer que a personalidade é realmente o que você procura e que quer fechar negócio. Seu projeto precisa estar claro e definido para que nada saia fora do planejado. Crie um briefing com sugestões que pareçam ser boas para você mas que também beneficiem o influenciador. 

Mas é importante não se prender muito a isso e ser um pouco mais flexível, já que a pessoa que está fechando a parceria com você conhece a audiência dela e sabe o que pode ou não dar certo. Tente balancear tudo e beneficiar ambas as partes, seja pagando ou negociando produtos da sua loja para divulgação, se você quiser e puder investir no momento. 

> Aprenda a melhorar o relacionamento com o seu público

Após a parceria acontecer vem a análise de resultados

O momento pós parceria é a hora de avaliar se sua marca teve o resultado esperado de início. Aqui você deve colocar na mesa seu objetivo inicial do lado das métricas obtidas com a parceria. Ver se você ganhou seguidores, ou se vendeu mais, fortaleceu o universo da sua marca e ter um olhar crítico sobre o que foi feito. Desse modo você vai conseguir entender se a ação não foi ou não vantajosa. Algumas métricas que você pode utilizar são:

  • Vendas nos dias de divulgação da parceria;
  • Engajamento nos posts com fotos/vídeos/reels ou o que for do influenciador no seu perfil;
  • Tráfego no seu site, se houver um;
  • Impressões no Instagram;  
  • Números de seguidores (qualificados) ganhos;

Antes de fechar uma parceria é preciso entender também, a diferença entre:

Permutas: onde a pessoa recebe algo da sua marca e pode fazer uma resenha, boa ou não, da experiência dela, porém sem ter a obrigação de falar do produto.

Publieditorial: nesse caso a pessoa é paga independentemente de gostar ou querer um produto seu.

Parcerias: Aqui você escolhe um embaixador para sua marca e envia mimos frequentemente para que eles possam ser divulgados nas redes sociais.

E aí gostou desse post? Se sim, temos mais conteúdos como esse no Instagram @mulheresceo! Você pode acompanhar a gente com estratégias diárias e ainda ter direito a uma live tira dúvidas, 100% gratuita, para o seu e-commerce uma vez por semana. Legal, né?

Não perde tempo não, clica aqui para seguir a gente!